Nossos Parceiros

Design sem nome (5)
fraldas babay tela banner
weeb negocio
Leão Plásticos
tv sat
rotativo esquina das tintas 2
sufoco pizzaria novo telefone
vidal stampa
rei dos moveis
sscelularbanner
Rock n cia logo banner sempre
vidal stampa
Rotativo vende-se rock n cia (14)
A festeira
Rotativo vende-se rock n cia (18)

CATEGORIAS PRINCIPAIS

Audi RS3 Sedan x Mercedes-AMG CLA A45: briga de sedãs esportivos

Notícias 54 minutos atrás

Quando o assunto é carro esportivo, os hatches costumam ser os preferidos. Engana-se, porém, quem pensa que sedãs não combinam com pimenta, como deixam claro o Audi RS3, que na nova geração traz a inédita carroceria de três volumes, e o já, digamos, veterano CLA 45 AMG. Neste comparativo, o Audi com motor 2.5 de 400 cv desafia o Mercedes com seu 2.0 de 381 cv e leva a melhor por ser mais moderno e barato tanto na hora de comprar quanto de manter.

A nova geração do RS3 acaba de chegar ao Brasil com visual atualizado e mais equipamentos, como o painel virtual configurável. Mas o maior destaque do sedã da Audi, que é oferecido a R$ 329.990 (mesmo preço do hatch), é o motor 2.5 de cinco cilindros com turbo, que perdeu 26 quilos e ficou 33 cv mais potente que o anterior – agora são ótimos 400 cv.

O atual CLA 45 AMG chegou ao Brasil no fim de 2016 e tem tabela de R$ 351.900. Sob o capô do sedã que leva a assinatura da divisão esportiva da Mercedes está um 2.0 de quatro cilindros, também turbinado, de 381 cv.

Embora tenham motores de configurações diferentes, os números de aceleração e velocidade máxima dos dois sedãs compactos são bastante parecidos. O mesmo vale para a faixa de rotação em que torque e potência máxima são entregues (veja no quadro à direita e abaixo).

Na prática, o RS3 responde de forma mais bruta aos comandos do motorista. Quando se pisa forte no acelerador, o Audi reage explosivamente. A sensação é que o carro está pronto para disparar a qualquer momento – e que “gosta” disso.

O CLA 45 AMG, por sua vez, tem comportamento mais suave, graças às entregas feitas por seu 2.0 de funcionamento bastante “elástico”. Não é que falte esportividade ao Mercedes, mas fica claro que esse sedã tem um quê de docilidade, característica inexistente no Audi.

A entrega de torque do RS3 não ocorre de forma tão homogênea quanto no CLA 45 AMG. Isso fica claro quando o enorme turbocompressor de 1,35 bar entra em ação e não para até que ocorra o “corte” do motor, acima das 7 mil rpm.

No acabamento, o Mercedes é muito superior ao Audi. Já as respostas dos câmbios – automatizados de sete marchas em ambos –, as diferenças não são dignas de nota. A tração nas quatro rodas, também presente nos dois esportivos, é uma seara dominada pela Audi. Fica evidente que o sistema atua de modo mais eficiente no RS3 Sedan.

Em curvas rápidas, o motorista mais atento conseguirá perceber claramente a atuação do dispositivo do Audi. Dá para “sentir” o torque sendo transferido do eixo dianteiro para o traseira, por exemplo.

Nessa dupla alemã é possível escolher o estilo de condução. Do modo normal ao mais esportivo e personalizável, Audi e Mercedes dão um show.

CLA 45 dá show no acabamento, mas Audi custa menos

O CLA 45 AMG é um legítimo Mercedes-Benz. O acabamento da cabine, de extremo bom gosto, mescla materiais nobres como couro, metal escovado e Alcantara. A cor vermelha está em detalhes como as costuras do revestimento do volante e os cintos de segurança.

Os bancos dianteiros, que abraçam motorista e passageiro, têm vários tipos de ajuste (elétricos), que permitem encontrar facilmente a melhor posição de guiar (ou pilotar) e até aquecimento. A central multimídia tem integração com as plataformas Apple CarPlay e Android Auto e o sistema de som é de alta fidelidade.

O RS3 não fica atrás com o equipamento de 705 watts de potência da marca Bang&Olufsen. Mas o maior destaque do Audi é o painel virtual e personalizável. Na ergonomia, os dois sedãs se equivalem, embora os comandos dos sistemas do CLA 45 AMG fiquem mais à mão do motorista.

A questão é que isso não é suficiente para justificar diferença de preço. Além de custar R$ 22 mil a mais que o RS3, o Mercedes é mais caro de manter. Na média, sua apólice de seguro custa 6% a mais que a do rival. O preço da revisão do RS3 parte de R$ 1.730 (10 mil km ou um ano). Esse é o mesmo valor cobrado na inspeção que deve ser feita após 50 mil km ou cinco anos de uso – algo bastante razoável. A Mercedes não divulga o valor das revisões periódicas para a linha AMG. De acordo com informações da marca, o custo depende do tipo de uso e estilo de condução de cada cliente.

OPINIÃO: Sedãs compactos esportivos são uma grata surpresa

Sou fã de hatches e confesso que até recentemente, quando eu pensava em carros esportivos, as imagens que surgiam na minha cabeça não eram de sedãs. Ainda bem que os alemães não partilham da minha opinião e, talvez por causa das Autobahnen que cruzam o país, as montadoras passaram a oferecer opções nervosas para modelos de todos os tipos, inclusive três-volumes compactos.

Há cerca de um ano tive a oportunidade de guiar o então inédito RS3 Sedan (havia apenas carroceria hatch) durante o lançamento mundial. A avaliação ocorreu em trechos sinuosos de rodovias desertas do Sultanato de Omã.

Desde então, esse tipo de carro conquistou um lugarzinho no meu coração. Mas, embora neste comparativo, que leva em conta questões práticas, o Audi tenha vencido, pessoalmente eu prefiro o CLA 45 AMG.

O RS3 é impetuoso, tem linhas e tecnologias mais modernas, mas o Mercedes está impregnado da alma surgida nos anos 60 na oficina de Hans Werner Aufrecht e Erhard Melcher, na cidade alemã de Grossaspach, que mais tarde deu origem à AMG. Isso sem falar no excelente acabamento, na impecável posição de guiar e por aí vai…

Nenhuma visita

Na crise, a disputa pelos 'quase vencidos'

Notícias 2 horas atrás

Na crise, a disputa pelos 'quase vencidos'

Nenhuma visita

Audi terá até 2021 carro capaz de rodar totalmente sozinho

Notícias 6 horas atrás

Audi terá até 2021 carro capaz de rodar totalmente sozinho

1 visualizações, 1 hoje

Populismo de Pochmann – 20/05/2018 – Samuel Pessôa

Notícias 7 horas atrás

O professor do Instituto de Economia da Unicamp Marcio Pochmann, responsável pelo programa do candidato do PT, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo em 29 de abril, afirmou: “O fundamental no início do governo é um programa de emergência, que permita ao país sair da crise e voltar a crescer. Nós entendemos que a questão fiscal se resolve com volta do crescimento”.

Certa feita, o presidente da Argentina Juan Perón escreveu em carta ao então presidente do Chile, Carlos Ibáñez: “Meu caro amigo: dê ao povo tudo o que for possível. Quando lhe parecer que você está dando muito, dê mais. Você verá os resultados. Todos irão lhe apavorar com o espectro de um colapso econômico. Mas tudo isso é uma mentira. Não há nada mais elástico do que a economia, que todos temem tanto porque ninguém a entende”.

Para os populistas, a economia é elástica e a crise fiscal se resolve apertando o pé no acelerador e colocando a economia para crescer. Na América Latina o populismo produziu décadas de inflação e estagnação. A Argentina regride há sete décadas.

É compreensível que políticos escolham a estratégia populista. Dá resultados eleitorais. É péssimo para o país e para a sociedade e, principalmente, para os pobres –populismo sempre leva à crise e ao desemprego–, mas traz bônus eleitorais no curto prazo.

Quando técnicos ou intelectuais prometem o Paraíso, eles escondem dos cidadãos as reais limitações da economia e os verdadeiros problemas a serem enfrentados.

Pior ainda, dão munição à pior forma de política: a que procura manipular a opinião pública em busca de votos, evitando uma discussão civilizada e adulta de nossos problemas.

O desequilíbrio fiscal representa um genuíno conflito distributivo. Se no século 19 esse embate se dava prioritariamente no âmbito do confronto entre o capital e o trabalho, hoje seus principais campos de batalha são o Tesouro Nacional e o Congresso, que é a instância que arbitra o conflito.

Sempre haverá temas técnicos. Por exemplo, qual será o efeito desta ou daquela forma de tributação sobre o crescimento? E sobre a desigualdade e pobreza? Estes e outros temas demandam o debate sério informado com o melhor aporte da academia. Mas a decisão final é política.

A teoria demonstra, e nossa história já provou,que a política preconizada por Pochmann sempre nos levou à inflação e ao desemprego. Não há nenhum indício ou estudo acadêmico sério que indique que seria diferente desta vez. E, como já disse, das formas de tentar gerir o conflito distributivo, a única pior que a inflação é a guerra civil.

Pochmann, em artigo na Folha na quinta feira (17), chamou-me de paladino do governo para ricos. Mostrou os números dos lucros dos bancos no governo Temer. Se tivesse se dado ao trabalho de averiguar a lucratividade dos bancos nos anos Lula e Dilma, notaria que foi ainda maior do que no último biênio.

No início do governo Lula, Pochmann também foi contrário à focalização das políticas públicas nos mais pobres, princípio que está na base do programa Bolsa Família.

Uma das raízes da atual crise política foi uma campanha eleitoral em que se esconderam da sociedade seus limites, escolhas e conflitos. Repetir a estratégia, fugir a um debate civilizado e adulto, levará ao aprofundamento da crise.

Não adianta negar as restrições do mundo, pois a conta sempre chega. Na Argentina de Perón, na Argentina hoje e no futuro que Pochmann propõe.

3 visualizações, 3 hoje

Didi Chuxing vai testar carros autônomos nos Estados Unidos.

Notícias 10 horas atrás

Didi Chuxing vai testar carros autônomos nos Estados Unidos.

1 visualizações, 2 hoje

Presidente da LG, Koo Bon-moo, morre aos 73 anos – Notícias

Notícias 11 horas atrás

  • Kevin Lamarque/Reuters

    Koo Bon-moo

    Koo Bon-moo

O presidente do grupo empresarial sul-coreano LG, Koo Bon-moo, morreu aos 73 anos após permanecer vários dias hospitalizados em estado grave, anunciou neste domingo (20) a companhia.

Koo, que estava internado no Hospital da Universidade Nacional de Seul, foi submetido desde abril de 2007 a duas cirurgias provavelmente relacionadas com um tumor cerebral, segundo a imprensa sul-coreana.

Koo Bon-moo era o neto de Koo In-hwoi, fundador em 1947 e 1958 respectivamente da empresa química Lucky 1947 e da companhia de eletrônica Goldstar, início do conglomerado.

Ambas se fundiram em 1995 e o nome do grupo, considerado o quarto maior da Coreia do Sul, passou a ser LG (as siglas de ambas as empresas).

Após informar do estado crítico do presidente, a direção da LG se reuniu no dia 17 de maio para tratar sobre sua sucessão, e confirmou seu filho, Koo Gwang-mo, como a pessoa indicada para tomar as rédeas do grupo, que inclui o gigante da eletrônica LG Electronics.

“Koo Gwang-mo (de 40 anos) conta com suficiente prática no negócio, já que tem uma vasta experiência graças ao seu cargo como gerente estratégico”, diz um comunicado emitido após a reunião.

A votação para tornar Koo Gwang-mo presidente vai acontecer no próximo dia 29 de junho durante a junta anual de acionistas.

2 visualizações, 3 hoje

Casamento real: Primeira noiva negra da realeza ocidental inspira vestido de Meghan Markle

Notícias 12 horas atrás

A peça usada pela atriz em seu casamento com o príncipe Harry chama atenção pelo design e pelas referências históricas

access_time

20 maio 2018, 00h02 – Publicado em 19 maio 2018, 23h08

Meghan Markle casou-se neste sábado (19) com o príncipe Harry. A atriz celebrou a união com o neto da Rainha Elizabeth II trajando um elegante vestido branco da grife Givenchy. A peça, além de chamar a atenção por seu design, também destaca-se por trazer referências ao modelo de traje usado pela primeira noiva negra de uma monarquia ocidental.

De acordo com Manoela Cesar, em sua página no Instagram destinada a casamentos, o vestido de Meghan é inspirado na peça usada por Angela de Liechtenstein em seu casamento com o príncipe Maximiliano de Liechtenstein. A própria noiva desenhou seu modelo!

As semelhanças entre os vestidos de Meghan e de Angela podem ser verificadas em detalhes como o decote ombro a ombro, totalmente sem renda.

Angela e Maximiliano casaram-se 2000 e estão juntos desde então. O príncipe é o segundo filho do príncipe soberano Hans-Adam II de Liechtenstein.

Leia também: Diana tem participação emocionante no casamento de Harry e Meghan

+ Kate Middleton reciclou vestido e repetiu look no casamento real

2 visualizações, 3 hoje

Meghan Markle usa anel de Lady Di durante seu casamento

Notícias 15 horas atrás

Essa foi a maneira que a atriz encontrou de incorporar a tradição de usar algo azul no casamento, já que a joia traz uma pedra aquamarine

access_time

19 maio 2018, 20h06 – Publicado em 19 maio 2018, 20h05

O príncipe Harry e Meghan Markle realizaram homenagens à mãe do herdeiro da coroa britânica durante o seu casamento. Realizada neste sábado (19), a celebração lembrou de Diana por meio de símbolos durante o evento. Um deles foi o anel usado pela noiva na recepção aos convidados.

O acessório escolhido por Meghan para compor o look da noite é o mesmo que Lady Di usou em outras ocasiões. Essa foi a maneira que a atriz encontrou de incorporar a tradição de usar algo azul no casamento, já que a joia traz uma pedra aquamarine. De quebra, a artista também homenageou a mãe do amado.

3 visualizações, 2 hoje

Looks do casamento real: stylist comenta as escolhas dos convidados

Notícias 16 horas atrás

Rodrigo Polack, do programa “5 looks” da Discovery Home&Health, detalha os trajes de quem passou por Windsor neste sábado (19)

Por
Da Redação

access_time

19 maio 2018, 19h13

Neste sábado (19), Meghan Markle e o príncipe Harry se casaram em Londres. Para a cerimônia realizada na Capela de São Jorge, o casal reuniu parentes e amigos para celebrar o seu amor. E não faltaram looks caprichados para prestigiar o casamento real.

CLAUDIA conversou com o stylist Rodrigo Polack, apresentador do programa 5 looks, da Discovery Home&Health, que comentou cada visual escolhido pelas famosas para o grande dia de Meghan e Harry.

Carrey Mulligan

O vestido midi nude, ultra delicado e bordado à mão, da marca Erdem, foi o escolhido pela atriz Carrey Mulligan. “[A peça] trouxe feminilidade e frescor à cerimônia. A faixa preta marcou a cintura e também contrapôs ao tom pastel, modernizando as flores’, diz Rodrigo Para auxiliar no look, a artista ainda contou com uma  bolsa branca média de couro, segurada com displicência. “Deixou o visual muito mais cool, com impressão de ter se vestido sem esforço. Carrey mostrou que mesmo jovem, tem personalidade para usar um look tão romântico e delicado,”

 (Reprodução/Reprodução)

Abigail Spencer

Para Rodrigo, o vestido azul de poá, da marca Alessandra Rich, com silhueta em A, com casquete ultraromântica de flores e volilette poderia quase ser um look de época, não fosse pelo cinto de couro e pedrarias e pela fenda frontal. “Uma das poucas que resolveu mostrar um pouco de pele. O batom vermelho intenso, também modernizou a imagem de Abigail.”

 (Reprodução/Reprodução)

Victoria Beckham

O vestido midi marinho de Victoria Beckham, da sua própria marca, tinha decote profundo (mas discreto!) e mangas com fendas. “Na cabeça, uma casquete super clássica, com voilette. Nos pés, scarpin (o sapato eleito da cerimônia!) vermelho, para contrapor e tirar a sobriedade. O look mistura referências do clássico com o moderno, mantendo a sofisticação e identidade de Victoria, ao longo de todos esses anos como estilista.”

 (Reprodução/Reprodução)

Amal Clooney

O vestido midi amarelo super vibrante, da marca Stella McCartney, com leve calda, foi o escolhido por Amal Clooney. “Trouxe vida à cerimônia. O chapeleiro Sfephen Jones criou uma peça discreta, com voilette, usado na lateral. O cabelo solto e ondulado trouxe frescor ao look. Clutch e scarpin dourados e metalizados, modernizaram a imagem da advogada.”

 (Reprodução/Reprodução)

Sarah Rafertty

O vestido Lanvin azul e sem decote de Sarah Rafertty poderia passar despercebido se não fossem os detalhes bordados nas mangas com volumes deslocados e no styling certeiro que misturou dois tons discretos de azul. “Repare que a parte bufante é em outro tom, mais vivo. A clássica casquete com voilette, aparece mais uma vez, porém, no mesmo tom mais vibrante de azul. O scapin nude, chique, alongou a silhueta.”

 (Reprodução/Reprodução)

Gina Torres

A integrante da série Suits  Gina Torres optou por um vestido floral, da marca Costarellos, leve, fluido e em cores. “Trouxe uma imagem romântica, mas nada boring. Para compor o look, bolsa Prada e scarpins Louboutin. O chapéu neutro e joias discretas deram o tom sofisticado e elegante”, diz o stylist.

 (Reprodução/Reprodução)

1 visualizações, 1 hoje

Jaguar E-Type elétrico vira ‘carona’ da realeza

Notícias 17 horas atrás

Que a Jaguar Land Rover tem um relacionamento estreito com a realeza britânica, todos já sabíamos. A rainha Elizabeth até dirige alguns de seus Range Rover esporadicamente. Mas a Jaguar fez questão de estar no mais recente momento da família, o casamento real do príncipe Harry e a atriz Megan Markle, agora duque e duquesa de Sussex.

A Jaguar emprestou um E-Type 1968 para o casal sair da recepção do seu casamento. O evento ocorreu no palácio de Windsor, na Inglaterra. A diferença desse modelo é que ele não tem a mecânica original, mas sim um motor elétrico.

Diferenças

Esse carro foi restaurado pela divisão de clássicos da Jaguar. O motor 1.5 original foi trocado por um elétrico que rende o equivalente a 300 cv (220 kW). A bateria de íons de lítio tem o mesmo tamanho e dimensões semelhantes ao motor original.

Se a bateria fica no lugar do propulsor, o novo motor fica alojado no espaço que seria da transmissão, entregando a potência por meio de um diferencial no eixo traseiro. Segundo a marca, o peso foi reduzido em 46 kg em relação ao E-Type original.

Assim, não foi preciso alterar freios, chassi ou suspensões do modelo, além de manter a distribuição de peso entre os eixos dianteiro e traseiro inalterada. A autonomia declarada do E-Type Zero é de 270 km e sua recarga é feita em até seis horas, em uma tomada convencional.

2 visualizações, 2 hoje

China concorda em importar mais dos EUA, mas não sinaliza número de US$200 bi – Notícias

Notícias 19 horas atrás

Por Ginger Gibson

WASHINGTON (Reuters) – A China concordou em adotar medidas para aumentar as importações dos Estados Unidos e reduzir o déficit comercial dos EUA disseram os dois países neste sábado, embora sem mencionar a meta de 200 bilhões de dólares que a Casa Branco havia falado antes.

Pequim e Washington concordaram que continuarão conversando sobre medidas segundo as quais a China importará mais commodities dos EUA para reduzir o déficit comercial anual de 335 bilhões de dólares entre os dois países que ameaçou dar início a uma guerra comercial global.

“Houve consenso sobre adotar medidas efetivas para reduzir substancialmente o déficit comercial dos Estados Unidos em bens com a China”, disse comunicado conjunto.

“Para atender às crescentes necessidades de consumo do povo chinês e à necessidade de desenvolvimento econômico de alta qualidade, a China vai aumentar de forma significativa as compras de bens e serviços dos EUA. “

O comunicado conclui negociações conjuntas realizadas na quinta e na sexta-feiras entre os dois países, que incluíram vários secretários de gabinete dos EUA e o vice-primeiro-ministro do Conselho de Estado da China, Liu He.

O presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou adotar tarifas sobre até 150 bilhões de dólares em bens chineses para combater o que ele diz ser apropriação ilegal por Pequim de tecnologia norte-americana. Pequim ameaçou retaliação, incluindo tarifas sobre algumas das maiores importações dos EUA, incluindo aeronaves, soja e automóveis.

Trump fez da redução do déficit comercial entre os EUA e a China uma das principais promessas de sua campanha. Washington exigiu que a China reduzisse seu superávit comercial em 200 bilhões de dólares, número que a maioria dos economistas diz ser impossível de alcançar.

Alcançar uma redução de 200 bilhões de dólares no déficit comercial entre EUA e China de forma sustentável exigirá uma forte mudança na composição do comércio entre os dois países, o que provocou ceticismo entre economistas. O número é maior do que todas as exportações anuais agrícolas e de petróleo dos EUA.

2 visualizações, 2 hoje

Volvo alcança crescimento de licenciamento

Notícias 19 horas atrás

Volvo alcança crescimento de licenciamento

3 visualizações, 2 hoje

Justiça derruba liminar de usina da Cesp e privatização pode ser retomada – Notícias

Notícias 20 horas atrás

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região derrubou nesta sexta-feira (18) a liminar que suspendia o processo de renovação do contrato de concessão da Usina Hidrelétrica de Porto Primavera.

Com a decisão, o governo de São Paulo fica livre para retomar o processo de privatização da Companhia Energética de São Paulo (Cesp). Isso porque dependia da aprovação por parte da diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) da minuta do novo contrato de concessão da Usina para poder publicar a minuta do edital do leilão da Cesp.

A companhia havia recorrido da decisão liminar que determinou a suspensão do processo de renovação do contrato de concessão da hidrelétrica até a realização de, no mínimo, uma audiência pública presencial no município de Rosana, onde está localizada a sede da usina, no dia de 3 de maio.

Na decisão, o desembargador Marcelo Saraiva reforça a justificativa da Cesp de que após o processo de privatização ter sido retomado uma nova audiência pública foi realizada na capital, em fevereiro.

“Se faz oportuno atentar que a legislação não disciplina o número de audiências públicas que devem ser realizadas, nem tampouco a sua duração ou, ainda, o seu formato, havendo, em tese, liberdade de ação administrativa dentro dos limites legais”, acrescenta o desembargador em documento.

De acordo com Saraiva, a realização de ao menos uma audiência pública em Rosana seria “salutar”, mas que “não se pode olvidar que não é permitido ao Judiciário pronunciar-se sobre o mérito administrativo, tal como parece almejarem os autores populares”.

“No mais, cumpre levar em conta que a simples demora na renovação da concessão da Cesp, na forma como determinada pela decisão agravada, atrasará consideravelmente a análise regulatória da renovação da concessão, a ser realizada no âmbito da Aneel”, destaca.

O desembargador afirma ainda que a extensão do contrato de concessão da UHE Porto Primavera por 30 anos geraria mais renda ao governo do Estado de São Paulo e há um cronograma de privatização a ser seguido. “Diante do exposto, defiro a antecipação da tutela recursal para suspender a decisão agravada, de maneira que o processo de renovação do contrato de concessão da UHE Primavera tenha imediato e regular prosseguimento”, justifica.

O novo presidente da Cesp, Laurence Casagrande Lourenço, disse esta semana que, no caso de uma decisão favorável, o assunto entraria na sequência na pauta da diretoria da Aneel, cujas reuniões ocorrem às terças-feiras. Uma vez aprovada a minuta do contrato, o executivo indicou que o governo paulista levaria até duas semanas para publicar o edital de venda das ações detidas pelo Estado, já que o assunto ainda precisa ser aprovado em definitivo no comitê no Programa Estadual de Desestatização (PED).

“Não tomaria mais do que uma semana, no máximo duas”, diz, salientando que o edital está praticamente pronto.

1 visualizações, 0 hoje

CORREÇÃO-Sete suspeitos de ligação com o tráfico de drogas são mortos no RJ, diz gabinete de intervenção – Notícias

Notícias 21 horas atrás

(Corrige o título para esclarecer que os suspeitos foram mortos, e não presos)

RIO DE JANEIRO (Reuters) – Ao menos sete suspeitos de ligação com o tráfico de drogas morreram em confrontos com forças militares e policiais neste sábado no Rio de Janeiro, informou o gabinete de intervenção na área de segurança do Estado.

Os confrontos ocorreram no complexo do Lins, um conjunto de favelas na zona norte da capital. Um dos mortos é o traficante Sergio da Silva Júnior, conhecido como Da Russa.

Ele foi acusado em 2016 de participar de um estupro coletivo na zona oeste da capital, um caso com repercussão nacional e internacional. O bandido lidera o tráfico de uma favela da zona oeste mas estava escondido no complexo do Lins.

“Foram sete mortos, incluindo o Da Russa, e há mais feridos que foram levados para o hospital”, disse à Reuters o porta-voz da intervenção federal na área de segurança, coronel Carlos Cinelli.

Na noite de sexta feira as Forças Armadas e a polícia do Rio iniciaram uma ocupação por tempo indeterminado em diversas favelas da zona oeste. Foram destacados quase 3.500 homens, sendo 2.800 militares das Forças Armadas que usam veículos pesados e blindados, além de aeronaves.

Segundo as Forças Armadas, até o fim da manhã foram presos 25 suspeitos e foram apreendidos veículos roubados, armas, drogas e munições.

A intervenção na área de segurança no Rio já tem mais de três meses e até agora os índices de violência não cederam no Estado.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

4 visualizações, 1 hoje

Buquê de Meghan Markle carregava homenagem para Princesa Diana

Notícias 22 horas atrás

Os mais atentos puderam perceber que o acessório da noiva foi muito bem pensado

access_time

19 maio 2018, 12h58 – Publicado em 19 maio 2018, 12h48

Príncipe Harry, 33 anos, e Meghan Markle, 36, disseram “sim” um ao outro na manhã deste sábado (19), em Windsor, na Inglaterra. Emocionante e autêntico, assim como o casal, o enlace também foi palco de homenagens para a Princesa Diana, em memória.

 (Gareth Fuller – WPA/Getty Images)

Leia também: Kate Middleton recicla vestido e repete look no casamento real

Uma das lembranças estava escondida no buquê da noiva. Na sexta-feira, 18, antes de ir para Windsor se preparar para o casamento, Harry colheu flores nos jardins do palácio de Kensington e entregou à florista Philippa Craddock, responsável pelo arranjo. Entre as flores escolhidas pelo príncipe, estavam algumas não-me-esqueças, que eram as favoritas da Lady Di, sua mãe.

Leia também: Princesa Diana tem participação emocionante no casamento de Harry

A Duquesa de Sussex compôs o traje do casamento real com um vestido da grife Givenchy e uma tiara que pertenceu à Rainha Mary.

2 visualizações, 0 hoje

Mercedes-Benz Classe G de nova geração começa a ser produzido na Áustria

Notícias 23 horas atrás

Apontado por muitos como um dos modelos mais emblemáticos da história da Mercedes-Benz, o Classe G mudou de geração no início do ano e começou a ser produzido em série nesta semana em Graz, na Áustria. A nova linhagem manteve basicamente a mesma linha de design do modelo original, mas a marca destaca que o modelo experimentou o maior nível de modificações já visto em 39 anos de história. O jipão está infinitamente mais tecnológico, espaçoso e agora vem equipados com recursos de ponta em termos de assistência à condução.

Leia também:

No geral, o novo G continua alto, quadrado e imponente na mesma pegada da geração que se despede. “Ao mesmo tempo, mantivemos as características conhecidas e populares do ícone do design e otimizamos ainda mais o ‘G’, no que diz respeito ao conforto e à dirigibilidade”, disse Gunnar Güthenke, chefe de produtos off-road da Mercedes-Benz. “A meta superior de desenvolvimento para o novo G era melhorar ainda mais as capacidades off-road”, completou.

Mercedes-Benz Classe G 2019

Sob o capô, o grandalhão será oferecido com motor 4.0 V8 em diferentes níveis de potência, variando de 420 a mais de 580 cv (versão AMG G63, com aceleração de 0 a 100 km/h em 4,4 segundos). 

Desde que começou a ser produzido em 1979, o Classe G emplacou mais de 300 mil unidades nos mais variados mercados. De 2009 para cá vem acumulando recordes de vendas e só no ano passado emplacou 22 mil exemplares, a maioria nos Estados Unidos e Alemanha.

Fotos: Divulgação

2 visualizações, 0 hoje

Volkswagen apresenta Golf GTI TCR Concept

Notícias 24 horas atrás

Volkswagen apresenta Golf GTI TCR Concept

Nenhuma visita

Em mudança histórica, Fiat deixará de produzir automóveis na Itália

Notícias 24 horas atrás

Embora ainda seja cercado de mistérios, o plano de ação traçado pelo chefão Sergio Marchionne para as marcas do grupo FCA aos poucos vai tendo detalhes revelados. Prova disso vem de matéria publicada recentemente pela agência de notícias Bloomberg, que esmiúça em parte a estratégia industrial da Fiat para os próximos anos. Segundo a publicação, a marca deixará de produzir automóveis de passeio em sua terra natal, a Itália, para abrir espaço nas fábricas para as companheiras Jeep e Maserati.

Leia também:

De acordo com informantes da agência, o Punto será finalmente descontinuado no país e o Panda terá montagem transferida para a Polônia. Dessa forma, praticamente todo o portfólio de carros de passeio da Fiat à venda na Itália passará a ser importado, já que o 500L é produzido na Sérvia, o Tipo vem da Turquia, o 500 da Polônia e o 124 Spider sai da fábrica da Mazda em Hiroshima, no Japão.

Fiat Punto Europa

Com as mudanças, Marchionne espera concentrar na Europa Ocidental a produção de carros de luxo, já que não compensa produzir modelos baratos em países de mão-de-obra cara. Tanto é que fábricas históricas da Fiat, como a de Turim e a de Nápoles, serão reformuladas para abrigar a produção de SUVs da Jeep e da Maserati. Mais detalhes sobre o plano serão divulgados em junho.

Fonte: Bloomberg

1 visualizações, 1 hoje

Quem é a estilista do vestido de noiva escolhido por Meghan Markle?

Notícias 19 de maio de 2018

Há uma mensagem por trás da escolha de Meghan

access_time

19 maio 2018, 10h29

Minimalista e elegante, o vestido escolhido por Meghan Markle para se casar com o Príncipe Harry surpreendeu a muitos. A criação é da estilista britânica Clare Waight Keller, à frente da grife Givenchy. A escolha por Clare é em si uma afirmação de Meghan.

Clare é a primeira mulher a assumir a Givenchy, casa de alta-costura francesa, desde sua criação, em 1952. Ela foi muito elogiada pela crítica após seu primeiro desfile, em janeiro deste ano. Houve quem dissesse que ela estaria resgatando a moda de alta-costura. Meghan estaria tomando outra atitude feminista, apoiando mulheres em posição de liderança.

 (Pascal Le Segretain/Getty Images)

Antes da Givenchy, Clare comandou a Chloé, outra casa de alta-costura. Antes disso, passou pela Calvin Klein e Gucci.

Os mais tradicionais criticaram a escolha de Meghan porque, apesar de Clare ser britânica, a Givenchy é francesa e tem enorme tradição na moda do país.

5 visualizações, 1 hoje

projeção antecipa visual do crossover reestilizado

Notícias 19 de maio de 2018

À venda no mercado global desde 2014, a atual geração do Porsche Macan não deve demorar mais do que poucos meses para receber atualizações no visual. Será uma facelift de proporções leves, como mostra a projeção acima, mas suficientemente capaz de deixar o SUV atualizado até a chegada da próxima linhagem. Na prática, quem já aprecia as linhas atuais do Macan ficará igualmente satisfeito com o resultado.

Leia também:

Na dianteira, o para-choque será remodelado e passará a ficar mais integrado com o design do carro. Os faróis receberão novos elementos internos, mas não devem mudar de formato. Rodas redesenhadas e leves retoques na traseira completarão o pacote de novidades. Já na cabine as mudanças serão mais significativas: o console central será modificado e as saídas de ventilação serão reposicionadas, de modo a abrir espaço para um novo sistema de entretenimento.

A gama de motores seguirá a cartilha já vista no Audi Q5, o que inclui propulsores diesel e gasolina turboalimentados. A apresentação oficial acontecerá em outubro, durante o Salão de Paris.

Projeção: Motor1.com

1 visualizações, 1 hoje

Página 1 de 4561 2 3 456
  • Festa infantil: Festa infantil: 6 lembrancinhas comestíveis fáceis de fazer

    por em 24 de fevereiro de 2018 - 0 Comentários

     (Pinterest/Reprodução) Muitas vezes menosprezadas, as lembrancinhas têm um papel importante nas festas infantis. Mais do que um mimo aos convidados, elas servem como uma recordação gostosa da festa e um agradecimento pela presença. E se esse pedacinho da comemoração oferecido ao convidado puder ser comestível, melhor ainda! Para ajudar quem está sem ideias de lembrancinhas […]

  • PAOLLA NUA: Paolla Oliveira tem fotos íntimas vazadas

    por em 1 de março de 2018 - 0 Comentários

    Gravação foi feita no trabalho, durante cenas de “Assédio”, minissérie da TV Globo Por Da Redação access_time 1 mar 2018, 19h57 – Publicado em 1 mar 2018, 19h02 chat_bubble_outline more_horiz  (Divulgação/Rede Globo) A atriz Paolla Oliveira teve fotos íntimas, sem roupa, vazadas e divulgadas em redes sociais. As imagens foram feitas durante cenas mais sensuais […]

  • GM tira Felipe Massa da "aposentadoria" em comercial de "SUV esportivo" - Blog Na Garagem

    por em 24 de fevereiro de 2018 - 0 Comentários

    Estar fora da F1 tem suas vantagens. Veja o caso de Felipe Massa: desvinculado da principal categoria automobolística mundial pela primeira vez em 15 anos, o brasileiro se viu enfim livre de amarras com alguma equipe e seus respectivos patrocinadores, o que significa que poderá reforçar o orçamento doméstico (como se ele precisasse) participando de […]

  • Morre a atriz Tônia Carrero, aos 95 anos

    por em 4 de março de 2018 - 0 Comentários

    Atriz, que foi uma das maiores estrelas das artes cênicas brasileiras, não resistiu a cirurgia para tratar uma úlcera access_time 4 mar 2018, 03h16 – Publicado em 4 mar 2018, 03h10 chat_bubble_outline more_horiz A atriz Tônia Carrero, em Sassaricando (Nelson di Rago/Globo/Divulgação) A atriz Tônia Carrero morreu na noite do último sábado, por volta das 22h15, […]

  • Nova Chevrolet Spin surge com camuflagem leve e lanternas de Cobalt

    por em 1 de março de 2018 - 0 Comentários

    Monovolume estreia em maio com design inspirado nos modelos mais recentes da marca Enquanto não inicia a produção de novos modelos em São Caetano do Sul (frutos de um investimento de R$ 1,2 bilhão para ampliação e modernização da fábrica paulista), a Chevrolet se prepara para lançar o novo Spin em maio. Conforme antecipado por […]

7 receitas fáceis e refrescantes de drinks com cerveja 10 hostels brasileiros onde você pode trabalhar em troca de hospedagem grátis 17 situações que você viveu se cresceu no interior A cidade do futuro que não tem políticos A espécie de cão selvagem que tem sistema democrático de votos para decidir quando caçar A honestidade é o valor mais importante nessa cafeteria. amigo chato Arrumando a Aparência da Sua Casa as cervejas convencionais Cafeteria cafeteria sozinho Campos do Jordão classes sociais ou religiões. Como reconhecer os sintomas do Mal de Alzheimer Como vender melhor a sua casa Cunha despite YouTube backlash E para não perder a clientela facebook fotos de animais Fotógrafo lança livro com série de retratos íntimos e expressivos de animais domésticos Google parent Alphabet reports soaring ad revenue Holambra Imoveis MADONA Monte Verde Natalie Wood's drowning now considered a 'suspicious death' Oitava geração do Golf será produzida a partir de junho de 2019 - Jornal do Carro O maravilhoso café que não tem empregados O primeiro supermercado brasileiro em que clientes trocam lixo reciclável por comida já abriu e fica no Acre Paranapiacaba Pesquisa no Google ajuda homem condenado a provar sua inocência Polícia Federal encontra dinheiro em apartamento que seria utilizado por Geddel Santo Antônio do Pinhal São Bento do Sapucaí São Francisco Xavier São Roque Torne a primeira impressão de sua casa marcante. Uma brincadeira saudavel com os famosos "separados no nascimento" Uma prova de que a confiança pode ser lucrativa. Um restaurante fora do normal ! valorize o seu anuncio ! Venda seu carro Vivo anuncia parceria com Netflix para planos pós-pagos Águas de São Pedro

Rei dos Moveis